E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também.

domingo, 22 de julho de 2012

Beethoven Virus~

Eu falei um pouco sobre esse k-drama no artigo que escrevi sobre o Jang Keun Suk.


Kang Gun Woo. O nome do maestro. O Famoso Maestro, conhecido mundialmente. O protagonista desse k-drama. Conhecido por Kang Mae. Arrogante. Antipático. Solitário. Acha que é superior ao resto do mundo. O Melhor. Perfeito. Nenhuma música sai tão boa quanto a que ele faz. Regeu as melhores orquestras. Não por mais de seis meses, pois ele... é conhecido como "assassino de orquestras". Mas~ ele é realmente capacitado. Profundo conhecedor de música. Sim, ele é O Melhor, e não é somente a sua "humildade" que reconhece isso, mas todo bom músico sabe que ele é.


Kang Gun Woo. O nome do policial de trânsito. O trompetista amador. Jovem, simpático, amável, doce, dono de si, odeia a música clássica. Mas entra para uma orquestra convencido por uma violinista, Du Ru Mi, por quem se apaixona. Orquestra essa que será regida pelo Kang Mae. Que logo vê que o policial tem talento. Mais que isso. Ele é um verdadeiro gênio. Seu "rival" é ninguém menos que Mozart. Ele decora uma música só de ouvir e toca/rege belamente, mas não sabe sequer ler uma partitura, detestava as aulas de música do colégio. Ele deixa de ser policial e decide seguir os passos do Maestro. O trompetista (Gun Woo "bom") resolve ser aluno do maestro (Gun Woo "mau"). 


Du Ru Mi. O nome de uma funcionária pública. Violinista que nunca conseguiu tocar em uma orquestra e é frustrada por isso. Mas que resolve organizar ela mesma a "Orquestra Sinfônica da Cidade". Não se deixa abalar quando tragicamente a famosa musicista, futura regente da futura orquestra, dá um golpe e foge com o dinheiro que a prefeitura investiu. Então a violinista resolve "coletar músicos": um trompetista de cabaré, uma flautista-adolescente rebelde, o policial-trompetista amador, um clarinetista idoso com princípio de demência, e por aí vai. E o melhor Maestro: Kang Mae. Por quem logo se apaixona. Ah, um detalhe: ela é doente, como Beethoven~ está ficando surda.


E esta feito o triângulo amoroso. "João amava Teresa que amava Raimundo". Ou melhor. Gun Woo bom que amava Du Ru Mi que amava Gun Woo mau. Mas com quem ela fica no final? Quem ela escolhe? Só vendo para saber.


Mas engana-se quem acredita que este dorama é "romântico". Não. O tema principal não é o romance. É o amor~ pela música. Série de 18 digníssimos episódios e um especial legendados pelo JDrama Fansubs, um subber / fórum onde é necessário se cadastrar para baixar, mas o cadastro é fácil. Vale muito a pena.  É uma história sobre sonhos e paixão. E sobre conquistas e lutas. Realizações.  


A trilha sonora é linda! Para os amantes da música, é um prato cheio. E para quem ainda não curte ou não conhece música clássica, também é um prato cheio. A história conquista. 


Eu? Eu amei! Sou viciada em música, no momento estou encantada pelo Jang Keun Suk (Gun Woo bom), sou amante de doramas e super chegada num romance. Sim, eu amei! E me fez lembrar um pouco de Nodame Cantabile, embora os dois doramas sejam muito diferentes, a começar pelo fato de que Nodame é japonês e Beethoven Virus é coreano. Mas ambos são, em essência, sobre o amor pela música. 


Os três protagonistas e a Orquestra

Kang Gun Woo (mau)

Du Ru Mi

Kang Gun Woo (bom)




  


     

2 comentários:

Eloise Zanatto disse...

Sinceramente, eu sou uma das pessoas que mesmo sem apreciar música clássica assistiu o dorama.
Admito que quando baixei não foi pelo Geun Seok, até porque eu ainda não era louca por ele na época.
Baixei de curiosa mesmo, depois de ver uma review no blog da LAP e depois de vários meses comecei a assistir.
Me decepcionei demais com o final, mas a história em si é muito boa mesmo.
O Gun Woo "bom" é realmente um gênio e ver meu Geun Seok de menino (porque agora ele é uma diva) foi realmente bom.
Sabe que ele foi convidado pra fazer Boys Before Flowers mas recusou o dorama pra fazer esse né? ~Eu realmente gostaria que tivesse feito BBF, mas valeu a pena.

Não, eu não assisti o especial porque fiquei revoltada demais com o final e me recusei a assistir qualquer outra coisa.


~

*comentário nonsense*

My Carol disse...

Oi Elô~

É, eu vi BBF, e inclusive escrevi sobre. Eu soube que o JKS deixara de de fazer o Jun Pyo para fazer o Gun Woo antes mesmo de saber quem era o JKS [mentira, eu sabia quem era, vc falava mto dele xD]. Realmente, acho que se ele tivesse feito o papel do Jun Pyo/Tsukasa, teria sido melhor do que foi, embora o Le Min Ho seja ótimo como o personagem~ mas... acho que o JKS ficaria estranho com o cabelo enroladinha, hihi.

O especial não é uma continuação da história, é uma espécie de "documentário", muito bom sim.

E, embora o final não tenha sido lá tão bom, eu não achei tão decepcionante.

Seu comentário foi legal~ eu gostei