E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Outro presente de aniversário...

- Você ainda se lembra de quando nos conhecemos? – Matsumoto tinha Carol envolta por seus braços, num abraço carinhoso. A noite estava fria.
- Como eu poderia esquecer? – Carol perguntou, sorrindo largo.
Flashback On
Jun estava voltando pra casa, tarde da noite e depois de um longo dia de trabalho, quando inesperadamente, uma garota surgiu em frente ao carro e ele acabou atropelando-a. Preocupado, desceu rapidamente e ofereceu ajuda. A garota ficou paralisada quando viu seu rosto. Seus olhos reviraram e ela desmaiou em seus braços.
Sem saber o que fazer, levou-a para dentro do carro, e dirigiu até seu apartamento, porque se ele a levasse ao hospital chamaria muita atenção.
Deitou-a em sua cama, e sentou-se ao seu lado. Começou a analisar cada traço de seu rosto. Certamente era brasileira.  Logo, o cansaço tomou conta, e apoiado nos braços, ali mesmo, adormeceu.
Carol acordou, se viu em um quarto com decoração nada comum, e passou a tentar se lembrar de como havia parado ali. Olhou para os lados e viu uma pessoa com a cabeça apoiado sobre os braços, aparentemente adormecido.
Assim, teve um flash do que havia acontecido, e do rosto que vira antes de perder a consciência. Sim, era Matsumoto Jun. Tentou virar a cabeça do rapaz, para que pudesse ver seu rosto, mas ao fazer isso, acordou-o.
- O que foi? – Ele acordou espantado.
-Hãããm, então... – ela não sabia o que falar diante dele. Tantos anos se preparando para isso, para uma coisa quase impossível, e não sabia o que falar.
- Ah, desculpe. Eu te atropelei. – ele parecia culpado – Sou Matsumoto Jun.
- Eu sei. – Foi tudo que ela teve a capacidade de dizer, ao vê-lo encarando-a.
- Você se sente bem? – Ele perguntou.
- Melhor do que nunca. – Carol respondeu, se alongando pra ver se não tinha nada de errado com seu corpo.
- Você desmaiou... Será que não bateu a cabeça?
- Tenho certeza que não... Acho que foi por outro motivo. – Suas bochechas ruborizaram.
- Seria intromissão minha perguntar qual o motivo? Estou realmente preocupado.
- Ahn, é porque eu vi você. - Suas bochechas ficaram mais ruborizadas ainda.
Ele pigarreou. “Japonês perfeito... deve morar aqui há algum tempo, mas não deve ser nada que possa me dar problemas” ele pensou.
- Quer comer alguma coisa? – ele convidou-a.
Flashback Off
- Realmente foi um pouco constrangedor o modo como nos conhecemos, – ele assumiu – a primeira vez que falei com você, você estava deitada na minha cama.
- Jun... quase me deixou constrangida agora. Só não fiquei por um motivo...
- Me conte? – Jun, curioso.
- Porque você vai me levar pra lá agora...
- Tsc, tsc, tsc.- Jun interrompeu-a. – Nem dei seu presente ainda.
- Ah, vai ter presente então? – Carol fingiu surpresa.
-Mas é claro... Só feche os olhos. – Jun pediu. – Não vale espiar.
Depois de alguns segundos,  pediu que ela abrisse. Ele estava ajoelhado, com uma caixinha em mãos, dentro dela, uma aliança.
- Quer casar comigo?

________________________________________________________________________________
Quem escreveu essa foi a Eloise! Muito linda! Ótimo presente, Elô, obrigada!

Um comentário:

FelisJunior disse...

Olá!Passeando pela blogosfera e visitando o seu!Parabéns pelo blog, e pelo Fanfic!Ainda,bem q acabou bem, rsrs!
Abraços e sucessos!

quando der visite o meu; felisjunior.blogspot.com/