E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Não foi a última... agora é. Tchau, até mais

Consegui acessar a net mais uma vez antes do natal, e resolvi passar por aqui. Não tenho muito o que falar, além do que já falei antes.

Estou no PR desde ontem, desci de carro mesmo, com meus pais e irmã. Passamos a noite em uma cidadezinha, Borrazópolis, onde a filha mais velha do meu pai, que ele teve antes do casamento, mora. Agora, estou na casa do meu bisavô em Flórida, outra cidadezinha do tamanho de um ovo.

Estive pensando muito no Ju nesses últimos dias, vai se aproximando o natal e parece que a falta só aumentou, mesmo que eu tivesse esperança de que a cada dia diminuiria. Eu ainda o Amo demais. É, Deus tem um futuro pra mim e pra ele, juntos ou separados, mas eu sei que há um futuro de paz e não de mal. Mas esperar por esse futuro e fazer as coisas no presente de uma forma razoavelmente boa para viver de uma forma talvez agradável, talvez desagradável, apenas suficiente para ir tocando o barco, nem sempre é fácil. Ás vezes dá vontade de não fazer nada... de ficar trancada no quarto, deitada na cama e chorando até esgotarem as lágrimas. Mas, como diz CS Lewis em A Cadeira de Prata, uma d’As Crônicas de Nárnia, “chorar funciona mais ou menos enquanto dura”. Apenas enquanto dura.

A mim, então, já que chorar não funciona eternamente, cabe tocar meu barco, me achegar mais ao meu Deus e intensificar a vida de oração. Esperar no Senhor. E viver da melhor forma possível, nesse mundo tenebroso, onde viver definitivamente é um desafio diário. Mas, ao menos, eu dei o grito de liberdade e saí daquele lugar, daquela escola que já estava me estressando ao extremo, e posso pensar um pouco mais em mim. Não naquele povo de lá, tipo duas pessoinhas que me irritavam até o limite!

Voltarei pra Atibaia na segunda dia 27. A virada de ano eu nem sei onde passarei, acredito que em um hotel, faturando uma grana extra, se Deus quiser eles me chamarem para baby sitter. Senão, acredito que passarei em casa com meus pais mesmo, talvez vá no culto da virada.

Agora, não volto mesmo antes do dia 27. Beijos a todos e um Feliz Natal!!! Com Jesus no coração!

2 comentários:

Anônimo disse...

Parabens my...gosto mto de ler seus textos...cotinue a escrever viu
bjao

My disse...

^^