E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também.

terça-feira, 26 de abril de 2011

O que é ser fã...

Oi pessoas, boa noite!


Sei que posso estar me tornando repetitiva, mas falarei novamente sobre o Arashi. Na verdade, dessa vez falarei o que de fato eu sinto por eles, o que pra mim é ser uma fã - arashian - de uma forma toda particular, enfim, o que eles representam e o que são pra mim.


Muita gente diria que eles são meus ídolos. Não, acho que essa é uma forma errada que as pessoas mundo afora chamam ícones seja da música ou de qualquer tipo de arte. Um ídolo seria primeiramente outra coisa (segundo pode-se constatar nesse dicionário online). E de ídolo deriva uma palavra / ação que é em si um pecado, a idolatria. Quem quiser, pode ler mais sobre o pecado da idolatria aqui.


Não chamo os meninos do Arashi de ídolos. Eu simplesmente os amo como seres humanos, como cantores e/ou compositores, amo o trabalho deles e admiro a obra que eles fazem, sem contar que eles dançam maravilhosamente bem. Mas esses sentimentos não surgiram de uma hora pra outra. Até porque, como já disse antes, sou bastante chata com relação à música e até hoje, pode-se dizer que só fui fã de duas "bandas": Sandy e Jr., quando eu era criança, e Roupa Nova. Mesmo assim, só agora, com Arashi, estou experimentando o que é ser fã de fato (ou o que é ser fã para mim).


"Conheço" o Arashi há mais ou menos dois meses (quase três, talvez) e não foi, com certeza, amor à primeira vista. Escutei pela primeira vez uma música deles (Wish - aqui está a letra) na abertura de Hana Yori Dango, achei bonita, mas não a ponto de tentar descobrir quem eram os cantores. Daí, em seguida, veio Love so Sweet (letra aqui) na abertura do Hanadan 2, dessa eu gostei um bocadinho mais, mas ainda não fui atrás pra descobrir os cantores. E então, o especial do filme de Hanadan surgiu e o meu amado Doumyouji (nem sabia quem era Matsumoto Jun nem que ele era cantor, só sabia que ele era o Doumyouji) cantou, juntamente com o Arashi (???)  One Love (leia este artigo que eu escrevi) e pronto, gamei (no MatsuJun, mas falo da música, e obviamente nesse momento eu finalmente quis saber mais sobre os cantores).


Foi então que comecei a ir atrás, desesperadamente, de informações sobre a tal "banda do Doumyouji". E descobri que existem muitos arashians ao redor do globo, mas absolutamente nenhum que eu conheça. Desde então, ví zilhões de vídeos, ouvi zilhões de músicas, assisti a shows, li trocentas letras e traduções (isso é muitoooo importante) e vi páginas e mais páginas do Arachikut e do Google Imagens de fotos do Ohno, do Sho, do Aiba, do Nino e do Jun.


Hoje posso dizer que eles, mesmo tããão longe (lá no Japão) me ajudaram aqui no Brasil, estiveram comigo num momento importante de renovação, eu diria. Descobri uma maneira de estar completamente apaixonada sem estresse, sem preocupações, sem desgaste, sem tristeza (saí de um namoro a menos de meio ano - NÃO me entendam mal, NÃO QUERO namorar um menino do Arashi, SEI PERFEITAMENTE que isso é absurdo), simplesmente eu desenvolvi um amor totalmente platônico de adolescente por aquela que logo se tornou minha banda favorita, inocente, apesar de eu já não ser mais adolescente, rs.


Mas é muito importante frisar, mais uma vez, que não os fiz ídolos, nem admito que alguém diga que eles são meus ídolos. Eu simplesmente gosto deles. Não sou daquelas fãs malucas que "fazem qualquer idiotice por 'seu ídolo'" ou que gastam rios de dinheiro indo a todos os shows ou encontro homenageando sua banda favorita.


Por isso eu disse no início que esse é o meu jeito de ser fã. Sem ofensas, sem gritaria, sem barulheira, sem histeria, sem loucuras desmedidas. Simplesmente buscando saber, conhecendo, ouvindo músicas, vendo fotos, tentando entrar em contato com alguma fã além de mim (conheci a Mayumi pela internet ^^) e tentando fazer com que outros sejam privilegiados por escutar a boa música que o Arashi faz. Sem ir até o Amazonas numa viagem tresloucada para ir a um evento numa cidadezinha do interior, por exemplo. Mas tendo sonhos de fã de ir para o Japão, como eu digo aqui. Mas sonhar com os pés no chão, sem alarde, sem festejar antes da hora, sem loucuras, tudo bem planejado, bem programado. Sabendo que pode ser um sonho pouco provável, mas não impossível.


Há nesse Brasil, nesse estado de São Paulo, fãs muito mais antigas, arashians há muito mais tempo que eu. Eu não sei nada, sou bebê de colo ainda no assunto 'Arashi', mas vou atrás. Sempre consciente, sempre realista, sempre persistente. Mesmo que eles já tenham mais de 10 anos de história desde o Havaí (quem leu o artigo que indiquei - o primeiro - sabe do que falo), eu quero poder dizer que de fato sou uma fã. Não uma poser (aprendi essa palavra hoje - descobri que isso existe hoje - para saber mais, leia aqui), mas uma fã verdadeira. Por amar e admirar uma banda, não por idolatrá-la. Ou simplesmente gostar porque "está na moda" (aliás, definitivmente Arashi não está na moda, ao menos não no meio que conheço, entre amigos e pessoas próximas).


É isso. Espero ter despertado ao menos o mínimo interesse por Arashi, e espero ter deixado claro minha posição. Decidi escrever hoje porque li um artigo num site que me deixou intrigada, com a pulga atrás da orelha, então quis esclarecer tudo. Tenho cuidado para que essa paixão que tem me feito tão bem não se torne um pecado, mas todo cuidado é pouco. Contudo, se Deus quiser verei um show do Arashi um dia! 


Ah, ia esquecendo... o Arashi pode não ser a melhor banda do mundo, e em termos técnicos não é mesmo, mas além das belas letras de suas músicas, a cumplicidade, o carinho que eles têm um pelo outro, como não vi entre nenhuma outra 'celebridade atual', me encanta e aumenta ainda mais a admiração. É só.


^^

4 comentários:

Tamara disse...

*_*
My, como nós podemos pensar tão parecido?
Bem eu estou resolvida a escrever um post sobre o Arashi e provavelmente falarei muitas das coisas que você falou aqui...
Eu gosto das letras das música, deles, do ritmo animado... gostar de ritmos animados foi culpa do Arashi normalmente só ouço músicas lentas e paradonas.. rsrs!
Mas como te disse meu post pode ser que ofenda algumas fãs, pq tem coisas na banda que gente não consigo gostar... Eu não quero dar uma de tia velha, mas eu sou adulta... e bem o estilo deles é mais adolescente... mas meu espírito é de criança, eu continuo gostando eles mesmo sendo julgada como infantil e idiota, como adolescente (como se ser adolescente fosse uma ofensa ¬¬) Eu prefiro ser jovem de espírito que velha, mas não posso fechar meus olhos para algumas coisas só pq gosto da banda... Não gosto de fanatismo mesmo...E às vezes não dá para defender o Arashi... hehe!
Vou explicar mais nesse post que pretendo fazer ainda hj, bem vou tentar né...
É por isso que não tenho tempo de terminar as fics das amigas, escrevo demais em blogs alheios, e fico muito no facebook, e muitas vezes só m aborreço no face... :/
Mas já tive uma ideia para conseguir terminar de ler sua fic My! ^.^ bjsss!

Tamara disse...

PS: my estou com vergonha.. esse coment precisava de pontuação... se vc não entender algo me fala!
E vc que escreve tão bem , deve doer ler isso! Pq em mim dói quando vejo uns erros... Ah se eu errar algo me avisa, pq eu odeio escrever errado, mas eu digito mto mal tb... kkkk! enfim nada a ver esse coment! ¬¬
bjs again!

My Carol disse...

Ai Tami's, tu é uma graça, kkkkk'
Entendi tudinho dos coments, mesmo tendo... err... alguns errinhos, hihi.


Bom, eu em geral gosto de tudo que os meninos fazem [menos fumar, blahhh - Aiba, tu tem pneumotórax, larga esse cigarro já!! Ah, e menos tbm pegar piriguetes e sexo sem compromisso, e beber, kkkk']. Qualquer dia que pararmos pra conversar de novo, eu conto direitinho o contexto de qdo eles entraram na minha vida, mas a história é contada um pouco aqui e ali, nos posts deste blog, no Arachikut, no face... hj, por ex, revi Fight Song do AAA 2008 e achei que ia infartar de felicidade, vc já viu esse show? Ahhh, é maravilhoso~

Mas não sou fanática ou coisa parecida... até pq, to super apaixonada pelo Hyun Joong no presente momento, e se eu "só enxergasse Arashi na minha frente", nunca nem sequer tinha ido atrás de saber sobre um cantor coreano. Ou Kis My Ft-2, por ex, ou Yamapi, e por aí vai... já falei um pouco sobre gostos musicais por aí, hihi. Tbm, como vc, não gosto mesmo de fanatismo.

É, somos mesmo bem parecidas. Ahhhh, sinceramente, sou tão feliz por ter me tornado sua amiga!!! Obrigada, viu!

Agora, sobre adolescentes... no Jp, o Arashi é admirado por gente de todas as fases da vida^^ e, bom, o Ohno já é um "tio" de 31, kkkk'

É melhor eu parar por aqui, senão vou acabar escrevendo um post :p

Bjão!!! E obrigada por sempre ler o blog.

Tamara disse...

Acabou que não escrevi o post que falei!
(Pessoa que só agora está lendo suas respostas!)
Eu sou meio esquecida e procurei bastante os posts que eu havia comentando para ver suas respostas!
Mas será nesse post, que vou contar sobre as coisas que gosto ou não no Arashi...
Eu já consegui perceber que o Arashi é admirado por pessoas de várias idades, mas pelo julgamento de pessoas aqui no Brasil, o estilo deles estaria mais para o tipo das adolescentes... Talvez eu pense isso porque minhas amigas acham o estilo deles dessa faixa etária...
Eu cheguei até a falar para a Priscila que o mais novo deles tem 29 anos... Ela ficou surpresa, achava que eles tinham no máximo 20 anos. Eu também achava isso ao conhecê-los, e depois vi que eles já estão "velhinhos"! Rsrsrs!
Ah quanto a não ser fanática eu definitivamente não sou!
Gosto dos coreanos, dos taiwaneses, dos japas, só não vi nada da China até agora!
Sou apaixonada pleo Lee Seung Gi, Jang Geun Suk, assim como sou pelo Arashi, Yamapi, Ryo!
Eu também sou muito feliz por ter feito amizade contigo, você é muito madura, e muito simpática! E dá para sentir que posso contar contigo!

Ps: Relendo meus coments vejo que a "bendita" crase é meu fraco...
Tem uns tempos e locuções verbais também... bem isso é o que eu pude perceber!

bjss! Até o próximo!